Suplente de Deputado Federal por São Paulo

Mês: março 2020

O mundo jornalístico precisa entender que é passível de crítica.

O mundo jornalístico precisa entender que é passível de crítica.

O mundo jornalístico precisa entender que é passível de crítica.

Sou a favor da liberdade de expressão, mas, como toda liberdade, precisa ter responsabilidade. Nessa mesma linha pergunto, o quanto o jornalismo no Brasil é responsável por toda a liberdade que lhe é de Direito? Será que, no exercício do seu papel, não são passiveis de crítica? Na função da sua cidadania são imunes? E quando falo de imunidade, refiro-me a imunidade plena; críticas, civis, penais, etc.?? Na prática, em momentos de crise, percebemos que o produto nas prateleiras das televisões é o caos.

Algumas emissoras, assim como; jornais impresso, com mídia digital e rádios, tem demostrado sensatez ao contextualizar notícias e a expor opiniões.

Algumas emissoras, assim como; jornais impressos, com mídia digital e rádios, tem demostrado sensatez ao contextualizar notícias e a expor opiniões. Grande parte tem feito um excelente papel na difusão de informação, o que orienta a população. O problema é que, a outra parte do jornalismo, é ativista e quando são expostas suas sordidezes partem para gritaria acusando-o, quem faz crítica, de atacarem a liberdade de expressão.

O Jornalismo não precisa ser regulado.

O Jornalismo não precisa ser regulado, mas como tudo na vida, precisamos olhar e refletir sobre as críticas, a fim de avaliarmos se tem fundamento, e se são fundamentadas, procurar evoluir, pois,  faz parte da construção da democracia. Polarizar de modo a obter o controle político, passando-se por vítimas, vai nos levar uma guerra de narrativas, pois a sociedade tem acesso a informações e são, mais do que nunca, dono de suas opiniões. É aí que mora o perigo, se temos uma inundação de notícias falsas é culpa exclusivamente da impressa ativista, que deixou de informar para opinar, e não condeno o ato de opinar, o problema é quando vem revestido de más intenções, interessar-se influenciar a opinião pública.

O Caos é um produto que vende fácil.

Precisamos ter responsabilidade quanto as informações, em momento de crise, excesso alinhado ao ativismo propaga o caos. As mídias são responsáveis pelo conteúdo que propaga então precisa dosar, como em uma receita médica. Responsabilizar não deveria vir com ações do estado, responsabilidade deveria ser algo presente nos editoriais e critério para se escrever uma matéria.

Desta forma, vejo uma oportunidade para o jornalismo evoluir, sob os ataques e críticas, infundadas ou não, deveria ser uma oportunidade para a mídia jornalística mudar de patamar. Contamos com o jornalismo sério e sensato, baseado em evidências e nos fatos, sem extremismo, sem a venda do caos, para fortalecermos a nossa democracia.

A Liberdade de expressão, oral e escrita, é proeminente entre as condições de um bom governo!

Porque isolamento social é importante

Porque isolamento social é importante

Porque isolamento social é importante.
 
Na Itália a prefeitura de Milão criou uma campanha muito similar ao que o governo federal está fazendo, “Milão não para”
 
Mas o que isto tem a ver com idosos? Milão errou e o governo federal segue o mesmo caminho, e sabe quem vai ser sacrificado nesse processo irresponsável do governo? Os mais velhos.
 
Vamos fazer uma conta basca utilizando dados demográficos da capital paulista. Temos cerca de 1 milhão de idosos, sendo que milhares são de baixa renda e vivem nas periferias. Basta dar uma volta ao redor da capital e você verá idosos na rua sejam eles; sem tetos ou aqueles que vivem sozinhos, sem nenhum atendimento básico e/ou orientação. Não é na Paulista, Jardins etc.. Vá nos bairros, lá eles estão abandonados!
 
Agora pense, se 40% dessa população idosa contrair o vírus, será algo entorno de 400 mil idosos infectados, considerando a média da taxa de mortalidade em 20%, teremos em pouco tempo cerca de 80 mil mortes entre pessoas idosas.
 
Pergunto, você acredita que o estado, vai cuidar de todas essas populações de maneira eficiente? Ou essa estrategia obscura visa sacrificar os mais velhinhos em nome da economia?
Coronavírus (COVID-19) – precisamos continuar unidos e seguindo todas as recomendações

Coronavírus (COVID-19) – precisamos continuar unidos e seguindo todas as recomendações

Na imagem, comparo o gráfico de evolução na, Itália, Brasil e no Mundo. Neles conseguimos identificar os seguintes pontos:

  1. Certa similaridade na evolução da curva do Brasil em relação à situação mundial
  2. Entre a identificação do primeiro infectado e a situação atual, mostra que o vírus começou lentamente e depois teve um crescimento exponencial.

Olhando os pontos acima podemos deduzir que tudo isto indica duas coisas; descaso inicial com o problema ou demora no processo de identificação.

Analisando todos os dados, em termos quantitativos, o Brasil representa aprox 0,5% de infectados no mundo. Repare que o número de pessoas curadas não se altera e que já estamos em quase 10 mortes diárias e aumentando progressivamente. A estratégia é seguir a risca os mesmos procedimentos adotados em Wuhan adaptando conforme a realidade de cada país. O Problema é que, nem todos, conseguirão dar uma resposta rápida a essa nova realidade. 

 Mas uma vez, as estatísticas demostram que passaremos por um momento muito conturbado. O problema é muito grave, você deve cuidar-se e seguir as recomendações que estão sendo divulgadas massivamente na imprensa.

Iremos vencer? Sim, mas para isto precisamos continuar unidos, seguindo todas as recomendações.

#ficaemcasa #ficaremcasa #ficaadica #corona ##coronamemes #isolamentosocial 

Fonte: Bing Maps