Intervencionismo — O pai controlador obsessivo!

O prefeito de são paulo, Bruno Covas, acredita que governar, é igual a cuidar de filho mimado, então concluo que ele, não sabe governar e nem cuidar de filho adolescente!
 
Vamos aos fatos.
 
O prefeito não consegue decidir o que é melhor para o cidadão: A tutela de decidir é do cidadão capaz e o estado não pode se meter em nossas vidas de forma intrusiva.
 
O prefeito não pode tirar a responsabilidade e o poder de decisão das pessoas.
 
Nunca vamos entender como, em uma cidade onde tem graves problemas de transporte e mobilidade, através de uma “prefeitada”, o prefeito decide prejudicar o cidadão.
 
Não existe anarquia no liberalismo e nem a inovação promove isto. O que existe é o pensamento e modelo de gestão baseado em intervencionismo, arcaico e autoritário. Modelo que jogou nosso país no caos.
 
Não houve resolução de conflitos e não se resolve de forma parcial e arbitraria, apenas criou mais um conflito entre a população, em sua grande maioria, que foram chamados de adolescentes, e a prefeitura. Dessa forma prefeito, vai ter adolescentes fugindo de casa.
Article by DAVID AZEVEDO
Pedreiro de Vocação - Arquiteto de Software - Estudante de Direito, Politica e Economia Facebook: davidazevedo30 Twitter: davidazevedo30 Direitista e Liberal Raposo Tavares, São Paulo davidazevedo30.com/biografia/ Participa desde outubro de 2017 Nasceu em 3 de novembro de 1984