Jogando contra

Estamos vivendo uma bagunça institucional provocada pelo STF, Ministério do Trabalho e este governo que sobrevive à custa dos pagadores de impostos. Primeiro pela impunidade, cria-se um ambiente nefasto para proteger um bandido que deveria estar preso, segundo pela decisão do ministério do trabalho em liberar o imposto sindical. Onde vamos parar?

Imagine um carro desgovernado descendo a ladeira, esse é o Brasil de hoje, um país que eu, assim como muitos, não queremos, mas nos coloca como a única opção. É revoltante porque somos obrigados a conviver com um legislativo, executivo e judiciário que causa desgosto, vergonha e repugnação. Não falo isso por causa das monstruosidades decididas pelos donos da lei, digo isto porque não existe respeito pelo povo.

Barroso x Povo
Barroso permitiu saltar 11 dos presos na operação Skala.

STF x Povo
Garantiu a liberdade provisória de Lula e ainda pode permitir, através de liminar que se torne candidato.

Ministério do trabalho x Povo
Permitiu a volta do imposto sindical.

Nesta partida de futebol do Povo e o Estado, contra a impunidade, o crime e a corrupção, o Estado faz gol contra, enquanto o povo e uma minoria da lei tenta vencer a partida.

Article by DAVID AZEVEDO
Pedreiro de Vocação - Arquiteto de Software - Estudante de Direito, Politica e Economia Facebook: davidazevedo30 Twitter: davidazevedo30 Direitista e Liberal Raposo Tavares, São Paulo davidazevedo30.com/biografia/ Participa desde outubro de 2017 Nasceu em 3 de novembro de 1984